quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Omelete no Saco Plástico

omelete-no-saco-plastico--

Essa forma limpa de fazer um omelete delicioso anda circulando pela internet com muita frequência.

Resolvemos testar. Ficou perfeito. Escolha os temperos e ingredientes que está habituado a usar e se divirta bastante. A Gleidys usou somente uma gema, dos 4 ovos que separou. Isso deixou o omelete mais saudável. Esta receita não usa óleo ou manteiga, muito comuns no omelete feito na frigideira.

E, para nós, que viajamos muito e quase sempre estamos sem tempo para receitas mais elaboradas, somado ao fato de que fica pronto sem sujar nada, foi um achado. Meu marido, Carlos Roberto, está se divertindo nas variações possíveis.

Ingredientes Sugeridos:

  • Salsa ou cebolete
  • Tomate
  • Cebola
  • Queijo branco
  • Azeitona
  • 4 ovos (usamos somente uma gema)
  • Milho em conserva
  • Cenoura ralada
  • Queijo ralado
  • Temperos e sal a gosto

Modo de Fazer: adicionar todos os ingredientes no saco plástico. Quebrar os ovos, aproveitando somente uma das gemas. Bater a gema e as claras até formar uma mistura homogênea. Despejar no saco plástico, sobre os ingredientes. Misturar bem todo o conjunto, e antes de fechar o saco, retirar o excesso de ar.

Colocar o saco plástico para cozinhar por 15 minutos em água fervendo. Ao redor dos 7 minutos, trocar o lado, para ajudar no cozimento. Após isso, retirar o omelete do saco e montar o prato a seu gosto. Bom apetite.

No filme a seguir mostramos, rapidamente, o passo a passo da preparação até a montagem do prato. Divirtam-se.

Até breve.    Siga-nos nas redes sociais assinatura

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Fondue de Queijo na Panela Elétrica de Arroz

foundue-queijo-panela-eletrica

Por essa vocês não esperavam. Usar a panela elétrica de arroz para dar vez ao Fondue de Queijo.

Testamos e aprovamos. Tudo de Bom.

Escolha o vinho mais adequado, convide os amigos e mãos a obra.

 

 

 

Ingredientes:

  • 2 copos de queijo Gruyére
  • 3 copos de queijo Estepe ou Emental
  • 1 dente de alho
  • 1 copo de vinho branco seco
  • 100ml de Kirsch (opcional)
  • Pão Italiano ou batatas pequenas cozidas com casca
  • 1 colher de chá de amido de milho
  • 1 colher de chá de noz moscada em pó
  • Pimenta-do-reino

Modo de Fazer: Corte o pão em cubos de aproximadamente 3cm.
Descasque o dente de alho, corte ao meio e esfregue no interior da panela antiaderente.
Rale os queijos num ralador grosso.
Coloque os queijos na cuba da panela e junte metade do vinho. Selecione a opção “Cozinhar
Mexa com a colher plástica até ficar homogêneo.
Dissolva o amido de milho no vinho branco restante e coloque na cuba da panela.
Misture e espere engrossar.
Tempere com a noz moscada e pimenta-do-reino a gosto.
Coloque agora na posição “Aquecer
Espete os cubos de pão ou as batatas em um garfinho e mergulhe no fondue.
DELÍCIA.......

Até breve.    Siga-nos nas redes sociais assinatura

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Macarrão no Micro Ondas

macarrao-a-bolonhesa-no-micro-ondas

Esta dica foi mostrada pelo Canal Sobrevivência, no YouTube, apresentado pelo Felipe Nascimento. Bem dentro do nosso perfil de viajante, quando soluções criativas e rápidas fazem a diferença.

Resolvemos testar e funcionou muito bem.

 

Ingredientes: (medidas para uma porção)

  • 3 ninhos de macarrãomacarrao-tipo-ninho
  • 100g de patinho moído
  • água
  • sal
  • pimentas e azeite
  • molho de tomate

Modo de Fazer: Coloque o recipiente com água no micro ondas (MO) por 5 minutos, em potência alta. Enquanto a água esquenta, tempere a carne com sal e pimenta do reino à gosto. Retire o recipiente com a água já quente do MO e coloque os 3 ninhos de macarrão. Tempere com sal a seu gosto e coloque um pouco de azeite. Retorne este recipiente ao MO por mais 5 minutos em potência alta. Pegue o recipiente, retire a água e deixe o macarrão descansando.

Pegue a tigela com a carne já temperada e coloque no MO por 2 minutos em potência alta. Retire a carne, quebre o bloco de carne com um garfo para descompactar e tempere com molho de tomate e pimenta a gosto, mexendo bem. Retorne ao MO por mais 1 minuto e meio em potência alta.montando-o-prato

Pronto. Monte seu prato e decore com uma folha de manjericão.

Assista abaixo ao filme original desta dica, produzido pelo Filipe Nascimento, no canal Micro Sobrevivência. Lá você vai encontrar muitas outras dicas bem práticas para usar seu micro ondas.

Até breve.    Siga-nos nas redes sociais assinatura

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Galinhada Campista

galinhada

A galinhada é um prato agregador de pessoas. Seu aroma, seu sabor, suas cores atrativas, tem bem o espírito campista.

Este fim de semana resolvemos tirar de nossa cozinha a chamada Galinhada Campista.

Ficou espetacular. Não sobrou nada.

Ingredientes:

  • 2 coxas  e 2 sobre coxas de frango
  • 2 xícaras de arroz lavado e escorrido
  • 1 tablete de caldo de galinha
  • Suco de meio limão
  • alho poró a gosto
  • 1 cebola ralada
  • 1/2 copo de vagem picadinha
  • 1 cenoura  média picadinha
  • 1/2 copo de molho de tomate
  • 1 colher extrato de tomate
  • 1/2 pimentão vermelho cortado em cubinhos
  • 1/2 pimentão amarelo cortado em cubinhos
  • 4 xícaras de água
  • salsa picada a gosto
  • 1 colher de chá de açafrão
  • 1 colher de chá de páprica
  • orégano a gosto
  • azeite a gosto
  • sal a gosto
  • pimenta do reino a gostoreceita-de-galinhada

Modo de Fazer: Lave os pedaços de frango, tempere com suco de limão, sal e pimenta.
Em uma panela grande, aqueça o azeite e doure os pedaços de frango. Adicione  o alho poró, a cebola, os pimentões, a cenoura e deixe refogar. Tempere com o caldo de galinha, o açafrão, a páprica, o orégano.
Quando o frango estiver cozido, junte o arroz, o  molho, o extrato de tomate e 4 xícaras de água, mexendo bem.

Tampe a panela e quando ferver, baixe o fogo e cozinhe em fogo baixo por cerca de 20 minutos, até que o arroz fique cremoso e bem úmido. Se necessário, junte mais água e dê umas mexidas com a colher de pau para não deixar queimar no fundo.
Coloque a vagem nos 5  minutos finais. Polvilhe a salsa, regue com azeite e sirva a seguir.

Dica: Vá colocando a água aos poucos para não deixar empapar. O frango vai soltar uns pedaços e se juntar no arroz porque os pedaços vão ficar bem cozidos . O importante é que o arroz fique bem molhadinho.

Até breve.    Siga-nos nas redes sociais assinatura

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Almondegas ao Suco na Panela Elétrica

almodegas-molho

Mais uma delícia que pode ser feita na sua versátil panela elétrica de arroz.

Veja mais sobre as muitas facetas deste equipamento curinga, no artigo: Utensílios Práticos.

 

 

Ingredientes:

  • 1 Kg de carne magra moida (pode ser tb de frango ou soja)
  • 1 xicara de farinha de rosca
  • 1 ovo
  • 1 cebola ralada
  • 2 dentes de alho
  • cheiro verde a gosto
  • sal e pimenta do reino
  • 1 lata de molho de tomate pronto (o tomate pelado é muito bom)
  • 1 xicara de água fervendo

Modo de Fazer: Juntar os ingredientes e amassar muito bem. Forme bolinhas e coloque na panela elétrica. Acrescente a lata de molho e a água fervente. Tampar e deixar cozinhar mexendo de vez em quando até que as almôndegas fiquem macias e bem cozidas com o molho encorpado. Sirva  a seguir.

Até breve.    Siga-nos nas redes sociais assinatura

Pudim de Leite Condensado na Panela Elétrica

pudim-de-leite-condensado

Mais uma delícia que pode ser feita na sua versátil panela elétrica de arroz.

Veja mais sobre as muitas facetas deste equipamento curinga, no artigo: Utensílios Práticos.

 

Ingredientes:

  • 1 lata de leite condensado
  • 1 medida de leite (a mesma do leite condensado)
  • 3 ovos
  • 150g de açúcar

Modo de Fazer:

  • Caramelo: Numa forma de pudim pequena (para entrar dentro da panela elétrica), com furo no meio, coloque o açúcar e leve ao fogo, mexendo sempre até dourar. Reserve
  • Pudim: Bata todos ingredientes no liquidificador ou mixer, coloque por cima pudim-na-panela-eletricado caramelo, tampe a forma com papel alumínio, amarre um cordão dos lados pra vedar bem o papel alumínio.
    Agora encha a panela elétrica até a metade com água e coloque a forma de pudim dentro. Feche e aperte o botão cozinhar. Depois que acabar o cozimento (mais ou menos 30 minutos), o pudim está pronto. Basta deixar resfriar um pouco, depois coloque num prato e coloque na geladeira para gelar.

Até breve.    Siga-nos nas redes sociais assinatura

Harmonizando Vinhos e Queijos

Uma dica rápida para a harmonização idela de vinhos e queijos. Mas se seu vinho não estiver combinando com o queijo que tem no momento, não se preocupe. É sempre uma combinação muito agradável, seja ela qual for.

harmonizacao-vinhos-e-queijos

Até breve.    Siga-nos nas redes sociais assinatura

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Espumantes e suas variedades

“Venham rápido!! Estou provando as estrelas”, teria dito o monge Dom Pérignon ao descobrir o Champagne.

Espumantes são vinhos que passam por uma segunda fermentação, que leva ao surgimento de borbulhas de gás carbônico – a chamada perlage. Há muitos tipos.

asti

ASTI Branco, doce e pouco alcoólico, o frisante do Piemonte italiano tem aroma de pera e nectarina e vai bem na sobremesa.

 

cava

CAVA O espumante típico da Catalunha espanhola lembra flores brancas, limão e amêndoas. Refrescante, é par perfeito para tapas.

 

champagne

CHAMPAGNE Feito na região francesa homônima, é clássico: perfeito com tudo, sempre. Aromas de maçã, pera e pão fresco.

 

espumante-nacional

ESPUMANTE NACIONAL Especialidade brasileira, tem bons representantes nos vinhedos do Sul, em especial os rosés frutados.

 

lambrusco

LAMBRUSCO Da Emilia-Romana, o espumante italiano é tinto ou rosé, lembra frutas vermelhas e vai bem com pratos pesados.

 

prosecco

PROSECCO Natural das regiões do Vêneto e do Friuli, o italiano é conhecido pelo paladar seco. Pode lembrar pêssego e baunilha.

 

taca-champagne

Aconselha-se o uso da taça tipo “TULIPA”. Comprida e fina, ajuda a reter bolhas e aromas por mais tempo e a conduzi-los para o nariz de quem bebe.

A doçura: brut é a medida do açucar dos espumantes.

  • BRUT NATURE (sem açucar),
  • EXTRA BRUT (de nada a bem pouco),
  • BRUT (de nada a um pouco, considerado o mais elegante),
  • EXTRA DRY OU EXTRASSECO (apesar do nome é quase suave),
  • SEC, DRY OU SECO (nome árido, vinho suave),
  • DEMI_SEC (bem docinho) e
  • DOCE, DULCE OU DOUX (quase uma sobremesa)

fonte: Hendric Sueitt - revista “O que tem pra jantar?”

Até breve.    Siga-nos nas redes sociais assinatura